PROVEDORAS
DA CIDADANIA
TRANSFRONTEIRIÇA

PROVEDORAS
DA CIDADANIA
TRANSFRONTEIRIÇA

 

"Há muitos anos que Cerveira e Tomiño trabalham de mãos dadas para conseguir levar avante iniciativas de fomento para a cooperação em todos os âmbitos de governança, desde a utilização de instalações e serviços até à implementação de projetos conjuntos para que os cidadãos dos dois municípios ganhem qualidade de vida.

"A prol da consolidação do intercâmbio existente entre ambos concelhos, promoveram-se distintas iniciativas que canalizam essa cooperação: a implementação de serviços partilhados, a criação da figura do provedor transfronteiriço e o desenvolvimento do Orçamento Participativo Transfronteiriço

 

Garantir a defesa, proteção e a procura dos direitos e interesses particulares de todos os residentes em Tomiño e Cerveira como cidadãos europeus transfronteiriços diante dos órgãos e serviços municipais dos dois concelhos. Este foi o objetivo com o que nasceu a Provedoria da Cidadania Transfronteiriça, uma figura pioneira de cooperação entre Galiza e Portugal que começou em julho de 2017 e que exerce a sua atividade com autonomia e imparcialidade em relação aos órgãos municipais e sem nenhum tipo de retribuição económica. Consulte aqui a carta constitutiva integral.

As suas funções são as de receber queixas, reclamações e sugestões relativas às relações transfronteiriças entre os dois municípios e emitir relatórios, recomendações e sugestões dentro das suas competências.

 

 

As responsáveis do serviço são:

Zara Pousa, da parte de Tomiño

Nascida em Tomiño em 1968, Zara Pousa é licenciada em Ciências Económicas pela Universidade de Santiago de Compostela. Iniciou a sua carreira profissional no Banco Santander em 1992, posto que renunciou para incorporar-se noutro vinculado à administração pública de programas e projetos financiados pela União Europeia.

Em 1994 começou a trabalhar como formadora para a melhoria da competitividade das PME num programa promovido pela FEMP. Em 1995 recebeu uma bolsa e incorporou no Serviço Humanitário da Comunidade Europeia (ECHO) em Bruxelas e, em 1996, inicia uma fase de formação especializada e trabalhos relacionados com o emprego e o desenvolvimento local. De 1996 a 1998 foi diretora do Centro de Desenvolvimento Local de Mos.

Entre 1998 e 2010 ocupou diversos postos dentro da Mancomunidade da Área Intermunicipal de Vigo, como técnica de promoção económica e emprego, diretora da Unidade de Promoção e Desenvolvimento e Agente de Emprego e Desenvolvimento Local.

Desde 2010 é trabalhadora independente, realizando assessoramentos e trabalhos relacionados com a promoção económica, o emprego e a gestão administrativa. Para além disto, desde 2008 é Secretária da Fundação Xavier Pousa, trabalho voluntário dedicado a dinamizar e valorizar o legado do pintor e a gerir administrativamente a entidade.

Mª Lurdes Cunha, da parte de Vila Nova de Cerveira

Maria de Lurdes Guerreiro Pereira Cunha nasceu em Gondarém em 1958. Licenciada em Matemática pela Facultade de Ciências de Lisboa e em Administração Pública pela Universidade do Minho, iniciou a sua atividade profissional em 1980 como professora de matemática na Escola Secundária de Vila Nova de Cerveira.

Após vários anos dedicados ao ensino e após desempenhar vários cargos educativos, no ano letivo 1984/85 foi Secretária do Conselho Diretivo e presidente no biénio 1985/87. Com a fusão das escolas básica e secundária presidiu a Comissão Instaladora (1987/89) e o Conselho Diretivo (1991/95).

Continua a trabalhar como docente ao mesmo tempo que desempenha cargos de gestão intermédia. Entre 2010 e 2013 exerceu como representante do Ministério de Educação na Comissão de Proteção de Infância e Mocidade de Vila Nova de Cerveira.

Pousa e Cunha fazem o atendimento ao público na primeira quarta-feira de cada mês na Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira das 15.00 às 17.00 h (hora portuguesa) e na terceira quarta-feira de cada mês no Concelho de Tomiño das 16.00 às 18.00 h (hora galega). É necessária a marcação prévia pelos seguintes contactos:

Telefone: +34 986 18 45 98, de segunda-feira a sexta-feira das 09.00 às 14.00 h (hora galega)